Temer dá uma tremenda bola fora ao ceder a pressão de lideranças políticas, causando grande surpresa ao fazer um pronunciamento às pressas no início desta noite. O anuncio do presidente é que a proposta vai deixar de fora os servidores estaduais e municipais das novas regras, ato este que, para um presidente que diz que quer reformar a previdência para o bem do país, comete uma traição ao seu povo, ao aceitar deixar de fora servidores públicos, estaduais e municipais , enquanto o resto da população paga o pato sozinha.

1490140370526[1]
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Uma reforma da Previdência é imprescindível que aconteça, pois o sistema atual é deficitário e não passa de uma pirâmide, porém só uma reforma sem interesses políticos e de grupos ou classes privilegiadas pode trazer alguma melhoria para o sistema, mas ao que parece tudo vai acabar ficando no mais do mesmo ou seis por meia dúzia.

Disse Temer que a decisão foi tomada após várias reuniões com lideranças da Câmara e do Senado durante os últimos dias, segundo ele após vários encontros com essas lideranças o entendimento foi de que deveria-se respeitar a soberania de estados e municípios, somente servidores federais seriam atingidos pela reforma. Desculpa vai desculpa vem vão enrolando o povo e deixando de fora grupos da reforma. Ou fazem uma reforma real, coerente com as necessidades de ajuste do sistema previdenciário e tratam todos como iguais, ou passem a vez!

Sugestão deste blog para Temer e seus colegas parlamentares: Já que é pra haver distinção entre os benefícios da previdência pública e privada, então deixem o setor privado e os cidadãos que não são servidores públicos escolherem se querem contribuir com a previdência do governo ou não, ao invés de compulsória, a contribuição fica facultativa, podendo o cidadão optar por fazer um plano de previdência privada, investir em um fundo, ou simplesmente abdicar da aposentadoria publica e da contribuição. E aí? Quem vai querer sustentar as aposentadorias de quem tem privilégios enquanto fica com migalhas?

Leia a notícia completa na fonte: Estadão (http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,temer-exclui-servidores-estaduais-e-municipais-da-reforma-da-previdencia,70001708755)

Anúncios